Agenda de Eventos
Confira Agenda Completa
Pedido de Oração
Receba Informativo
Indique Nosso Site
Mensagens

O filho Pródigo

06/10/2008

Lucas capítulo 15 do versículo 11 até o 32

Nós já ouvimos falar muito sobre essa parábola que Jesus falou, e num certo momento parei pra refletir um pouco sobre muitas coisas ruins que acontecem em nossas vidas e percebi que nós, muitas das vezes, contribuímos pra que elas aconteçam.

Na parábola do filho pródigo podemos ver que o filho mais novo pede a sua parte dos bens que lhe pertence e sai de sua casa pra viver a sua vida, vivendo dissolutamente, ou seja, destituído de valores morais. Num certo momento ele gasta tudo que tem e começa a passar por necessidades uma coisa que ele nunca tinha passado quando estava com seu pai, e por causa da necessidade chegou a apascentar porco desejando até comer a comida dos porcos. Isso aconteceu porque ele esqueceu de seus valores, esqueceu de quem ele era e quem é seu Pai. No versículo 17 diz assim:

“Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu Pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço fome de fome!”.

Nesse momento ele reconhece quem ele é. Acredite em uma coisa que eu vou falar: nós sofremos porque não reconhecemos quem nós somos, a importância que nós temos. Esquecemos dos nossos valores e nos sujeitamos a situações que geram sofrimento e humilhação, sendo que nós temos um pai que nos da tudo e não nos pede nada e sempre está pronto a nos receber e não questiona a causa de nos afastarmos dele, quando o filho pródigo decide voltar para o pai, tudo muda em sua vida como está escrito no versículo 20:

 “Então, levantando-se, foi para seu pai. Quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se ao pescoço e o beijou”.

Deus nos ama tanto que ele sempre quer nos proteger pra que nada de ruim nos aconteça, mas quando decidimos nos afastar dele ele não pode fazer nada por nós porque nós temos o livre arbítrio, mas Ele está sempre pronto a nos receber e o que é mais interessante em tudo é que Ele não vai questionar os motivos que fizeram você se afastar d"Ele. Quando você decidir voltar Ele só vai te abraçar e te beijar e fazer uma grande festa. Talvez o irmão mais velho se sinta indignado como diz no versículo 28: “Mas ele se indignou, e não queria entrar. Então, saindo o pai, instava com ele”. (Ou seja, pedia com instância; insistia.) Mas o que importa é o que o Pai pensa de você e os pensamentos que Ele tem sobre você são bons e pode ter certeza que Ele não te julga, e só depende de você, de uma decisão sua. Não perca tempo.  Você não precisa fazer nada , só precisa voltar e deixar Ele cuidar de você!

Você sentiu tocado ao ler esta mensagem?

Imprimir


Mais Mensagens

Indique para um amigo

Ministerio Integrantes Agenda e Eventos Mensagens Galerias Portais Fale Conosco